ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Villa Romana de S. Cucufate

cavalo pintado

Castelo de Viana do Alentejo

Templo romano de Évora

Villa Romana de S. Cucufate

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Villa Romana de Torre de Palma

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Castro da Cola (Ourique)

Castelo de Arraiolos

Jangada de São Torpes

Miróbriga

Castelo da Amieira do Tejo

Castelo de Santiago do Cacém

Villa Romana de Torre de Palma

Brincas de Évora

Castelo de Evoramonte

Sé de Évora

Castelo da Amieira do Tejo

Sé de Évora

Évoramonte

Miróbriga

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Gruta do escoural

Castelo de Belver

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Castelo de Viana do Alentejo

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Viola Campaniça

Sé de Évora

Bonecos de São Bento do Cortiço

 

Destaques
Imprimir documento


Debate: Acesso aberto/Open Access: um mundo novo - 20 de junho
13-06-2017
Debate: Acesso aberto/Open Access: um mundo novo - 20 de junho

'Acesso aberto/Open Access: um mundo novo' é  o tema do debate promovido pela Acesso Cultura que se realiza no próximo dia 20 de junho, às 18h30, em Évora, na Direção Regional de Cultura do Alentejo (R. de Burgos, 5) e, simultaneamente, em cinco  outras cidades, de Norte a Sul do país.

Dado a digitalização de coleções museológicas e de outros acervos culturais ter alcançado uma escala sem precedentes, importa questionar de que forma as instituições e o próprio público podem criar novos conteúdos e novas atividades, a partir desses objetos virtuais e de toda a informação que lhes está associada.

De que forma as instituições culturais portuguesas enfrentam esta nova realidade? O que é que está a ser feito no sentido de criar condições de acesso aberto? A quem se destinam estes recursos digitais e para que servem? Que dúvidas persistem? Que preocupações?

Moderação:
  Ana Rita Costa (Museóloga)
Convidados: Nelson Madeira (Serviços de Informática da Universidade de Évora), Cármen Almeida (Chede da Divisão de Cultura e Património da CM de Évora e Diretora do Arquivo Fotográfico de Évora) e Zélia Parreira ( Diretora da Biblioteca Pública de Évora).


Em Évora, o debate é organizado pela  Acesso Cultura, com o apoio da Direção Regional de Cultura do Alentejo.

Este debate será uma primeira abordagem ao tema da conferência anual da Acesso Cultura, Acesso Aberto | Open Access: novos conteúdos, novas relações, novos horizontes, que se realizará em outubro próximo.

"O problema não é apenas 'digitalizar' tudo aquilo que merece ser publicado na Web, mas também produzir novos conteúdos, propor novas actividades, explorar novas relações com e entre as artes."
Antonio Battro (1999) "André Malraux Revisited: From the Musée Imaginaire to the Virtual Museum" [trad.]

A internet, os meios digitais e a digitalização têm trazido profundas mudanças e oportunidades para o sector cultural, tanto para os profissionais que nele trabalham, como para as pessoas que com ele interagem, visitantes e utilizadores em geral.

O Rijksmuseum, na Holanda, foi um dos primeiros que procurou adaptar-se a este novo mundo, que questionou a sua posição, que conseguiu ultrapassar medos e reservas e que abraçou a política de acesso aberto. Outro museu de referência é o Staten Museum for Kunst, na Dinamarca, que será representado na nossa conferência pela keynote speaker Merete Sanderhoff. Ambos têm deixado a sua marca nas práticas do sector cultural europeu e internacional e ambos avaliam de forma muito positiva os resultados desta sua opção.

Mais informação

 

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

Exposições Lugares Sagrados e Dualismo da Malagueira



EMAGENDA

<setembro de 2017>
domsegterquaquisexsáb
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
1
2
3
4
5
6
7
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se