ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Castelo da Amieira do Tejo

Castelo de Belver

Miróbriga

 

Castro da Cola (Ourique)

Gruta do escoural

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Villa Romana de S. Cucufate

Sé de Évora

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Miróbriga

Castelo de Santiago do Cacém

Brincas de Évora

Évoramonte

Castelo de Evoramonte

Villa Romana de Torre de Palma

cavalo pintado

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Templo romano de Évora

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Castelo de Viana do Alentejo

Sé de Évora

Jangada de São Torpes

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Viola Campaniça

Sé de Évora

Castelo da Amieira do Tejo

Villa Romana de S. Cucufate

Bonecos de São Bento do Cortiço

Villa Romana de Torre de Palma

Castelo de Viana do Alentejo

Castelo de Arraiolos

Destaques
Imprimir documento


Debate: O que é o elitismo na cultura? - 21 de novembro
13-11-2017
Debate: O que é o elitismo na cultura? - 21 de novembro

Dia 21 de novembro, às 18h30, a AcesoCultura regressa ao tema do elitismo na cultura com novos convidados, nas quatro cidades - Évora, Faro, Lisboa e Porto -  em que realiza o último debate de 2017, cuja entrada é livre.

De que é que falamos quando falamos de "elitismo" na cultura? Quais são as "elites"? Como se formam? Trata-se de "minorias culturais"? É a mesma coisa que falar de "nichos"? O Irish Arts Council defendeu há uns anos uma postura de exigência, apreciação e admiração pelo melhor, e de não aprovação da mediocridade. Opôs-se tanto à vontade de equiparar o sucesso comercial com qualidade da arte, como à da falta de sucesso comercial com o elevado valor artístico. E defendeu o "elitismo para todos". Será este um oxímoro? A acessibilidade, o trabalhar "para todos", não implica trabalhar para e com minorias? Será esta uma atitude elitista? Muitas questões, muitos conceitos que precisam de ser discutidos, analisados, esclarecidos.

O tema, já discutido em 2016, foi novamente selecionado através de inquérito online, realizado pela Acesso Cultura, confirmando que as pessoas gostariam de o ver aprofundado.


ÉVORA, Direção Regional de Cultura do Alentejo - Casa da Rua de Burgos

Convidadas: Ana Isa Coelho, Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central; Carla Pomares, Escola Ofício das Artes; Isabel Bezelga, Universidade de Évora; Maria Ana Bernardo, Universidade de Évora

Moderadora: Helena Rocha, Direção Regional de Cultura do Alentejo

A Acesso Cultura, associação cultural sem fins lucrativos, organiza debates abertos aos profissionais do sector cultural e a todas as pessoas interessadas em refletir em conjunto sobre questões ligadas à acessibilidade - física, social e intelectual - que têm um impacto no nosso trabalho e na nossa relação com pessoas com variados perfis.

A Direção Regional de Cultura do Alentejo associa-se a estes debates, desde o último trimestre de 2015.

Os resumos dos debates encontram-se disponíveis para consulta em https://acessocultura.org/encontros/debates/

 

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

João Cutileiro - A PEDRA NÃO ESPERA - Maquetas e escultura para o espaço urbano



EMAGENDA

<outubro de 2018>
domsegterquaquisexsáb
30
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se