ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Sé de Évora

Castelo de Viana do Alentejo

Castelo de Evoramonte

Sé de Évora

 

Castelo de Viana do Alentejo

Castelo de Arraiolos

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

cavalo pintado

Villa Romana de Torre de Palma

Sé de Évora

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Castelo de Belver

Castelo da Amieira do Tejo

Viola Campaniça

Templo romano de Évora

Évoramonte

Miróbriga

Castro da Cola (Ourique)

Castelo de Santiago do Cacém

Miróbriga

Brincas de Évora

Villa Romana de S. Cucufate

Villa Romana de Torre de Palma

Villa Romana de S. Cucufate

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Bonecos de São Bento do Cortiço

Castelo da Amieira do Tejo

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Jangada de São Torpes

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Gruta do escoural

Destaques
Imprimir documento


Centro de Arte e Cultura da FEA inaugurou três novas exposições
16-07-2018
Centro de Arte e Cultura da FEA inaugurou três novas exposições

Sob o tema das periferias, no passado sábado, dia 14 de julho, o Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida, em Évora, inaugurou três novas exposições, VisoVox, Instrments e De re metalica que podem ser visitadas até 30 de setembro.

VisoVox, a partir de um conjunto de obras de poesia visual e sonora em múltiplos meios - analógicos e digitais - propõe um a aproximação ao universo material do som interrogando as relações entre som, voz, linguagem, escrita e imagem. Através de uma seleção de trabalhos produzidos nos últimos 50 anos, percorrendo a obra de artistas de referência nacional e internacional, esta exposição  interroga a tensão entre som e escrita como constituintes de espaços poéticos de perceção aural, verbal e visual.

Instrments, de Victor Gama, é uma exposição interativa para tocar, brincar, dialogar, experimentar, funcionando como um espaço de performance e experimentação livre para os visitantes, que podem também participar em atividades como concertos, oficinas e visitas guiadas. Ao percorrer trajetos sugeridos no interior do espaço de exposição, tocando nos instrumentos expostos,o visitante tem a oportunidade de experimentar um processo criativo onde o som, a música, o design e a performance estão em primeiro plano.

De re metalica, esculturas de Gonçalo Jardim, encontra-se patente no jardim tardoz do Centro de Arte e Cultura e a na Sala Rostrum, que propõe percorrem-se assim escalas múltiplas, entre os espaços do interior da casa e a vertigem branca das paredes e muros do jardim, pontuadas pelos trabalhos em ferro do artista.


Mais informação

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

João Cutileiro - A PEDRA NÃO ESPERA - Maquetas e escultura para o espaço urbano



EMAGENDA

<agosto de 2018>
domsegterquaquisexsáb
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se