ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

cavalo pintado

Castelo de Viana do Alentejo

Sé de Évora

Villa Romana de S. Cucufate

Évoramonte

Miróbriga

Miróbriga

Villa Romana de Torre de Palma

Castelo de Arraiolos

Jangada de São Torpes

Sé de Évora

Castelo de Belver

Castelo da Amieira do Tejo

Viola Campaniça

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Castelo de Santiago do Cacém

Gruta do escoural

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Castelo de Evoramonte

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Castro da Cola (Ourique)

 

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Castelo da Amieira do Tejo

Villa Romana de S. Cucufate

Sé de Évora

Brincas de Évora

Templo romano de Évora

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Castelo de Viana do Alentejo

Villa Romana de Torre de Palma

Bonecos de São Bento do Cortiço

Destaques
Imprimir documento


PERIFERIAS - Festival de Cinema de Marvão e Valência de Alcântara - 6.ª edição
27-07-2018
PERIFERIAS - Festival de Cinema de Marvão e Valência de Alcântara - 6.ª edição

Cinema Documental Ibérico em Destaque na VI Edição do PERIFERIAS - Festival Internacional de Cinema de Marvão e Valência de Alcântara

A VI edição do Periferias - Festival Internacional de Cinema de Marvão e Valência de Alcântara vai realizar-se entre os dias 10 e 20 de agosto, mantendo a aposta num modelo de itinerância pelas aldeias e lugares históricos da raia luso-espanhola.
Pelo sexto ano consecutivo, o evento marcará assim presença junto das populações dos dois lados da fronteira, num esforço de descentralização cultural tendo em vista a criação de novos públicos.

A programação continua a privilegiar o cinema independente de qualidade, com ênfase particular para a área do documentário, nomeadamente aquele que se produz nos dois países ibéricos.
O objetivo é que o festival possa afirmar-se como um ponto de encontro e reflexão entre realizadores, abrindo portas a obras que aportem uma visão original sobre as temáticas dos "direitos humanos", "ambiente" e "cultura".

Paula Duque Giraldo, diretora do festival, destaca o facto de quatro mil pessoas terem assistido às sessões de cinema realizadas na edição transata, "num claro reconhecimento do trabalho que vem sendo desenvolvido". "Não queremos ser apenas uma mostra de cinema, queremos fomentar vivências culturais, cruzar saberes, suscitar o pensamento crítico e o desejo de uma participação ativa na vida da comunidade", afirma.

A par da mostra de filmes, tal como tem vindo a acontecer nas edições anteriores, o Festival engloba exposições, palestras e espetáculos musicais, constituindo-se como um evento multidisciplinar de relevo no panorama cultural da região.

Os cenários escolhidos para realização das projeções destacam-se pelas suas características únicas, incluindo uma antiga estação de comboios, as ruínas de uma cidade romana, uma ponte medieval sobre o Rio Sever, um lagar reconvertido a museu, além dos castelos da região.

Entre os habituais palcos do Festival contam-se as localidades de Marvão, Valência de Alcântara, Galegos, Fontañera, Portagem, Beirã e Santo António das Areias, a que poderão somar-se este ano algumas novas localizações onde se irão realizar as projeções ao ar livre, destacando-se, desde logo, duas novidades: Cedillo, que acolherá duas sessões especiais ainda antes do início oficial do Festival. No dia 8 de agosto, será apresentado "Guadalquivir", de Joaquín Gutiérrez Acha, sobre o rio com o mesmo nome e, a 9 de agosto, será exibido "Luna Grande. Un tango por García Lorca", de Juan José Ponce, sobre a segunda viagem do poeta à América do Sul.

No dia 12 de agosto, o Festival chegará a Castelo de Vide, com a exibição de "A Dama de Chandor", de Catarina Mourão, na Praça de Dom Pedro V.

Estas duas novas localizações juntam-se assim às que já fazem parte da história do Festival, nomeadamente:

- O Pátio do Castelo de Marvão que, a 10 de agosto, acolherá a Gala de Abertura do Festival,
com a exibição em antestreia nacional de "Raiva", o novo filme de Sérgio Tréfaut;

- O Alentejo Sculpture Park, na Quinta do Barrieiro onde, a 11 de agosto, serão apresentados os
documentários "Garcia de Orta", que assinala os 450 anos da morte de Garcia D'Orta e "El
Bosco - El Jardin de los Sueños"
, de José Luiz Lopez-Linares;

- Porto da Espada, mais exactamente, o Largo Prof. Matos Godinho, receberá a exibição de
"Fátima", de João Canijo, no dia 13 de agosto;

- O Castelo de Valência de Alcântara será o palco para a exibição do documentário "Samba", de
Mariano Agudo, no dia 14 de agosto;

- A antiga Estação de Comboios da Beirã (hoje em dia desactivada), no dia 15 de agosto
permitirá ao público assistir a "O Outro Lado da Esperança", de Aki Kaurismäki, em plenos
carris de comboio;

- La Fontañera, aldeia espanhola situada literalmente em cima da fronteira com Portugal,
acolherá a projecção de "Te entiendo", de Victor Hugo Costa, sobre a cidade de Olivença, no
dia 16 de agosto;

- O Bairro Gótico / Calle Cortizada em Valência de Alcántara, será o palco da exibição da cópia
restaurada e comemorativa do 30º aniversário de "Cinema Paraíso", de Giuseppe Tornatore, no
dia 17 de agosto;

- O Museu Lagar de Azeite de Galegos acolherá a exibição de "Gurumbé", de Miguel Ángel
Rosales, no dia 18 de agosto;

- A calorosa viagem de Agnès Varda e do artista JR, através da França rural, de "Olhares, Lugares"
será o filme a exibir no Encerramento Oficial do Festival no fabuloso cenário da cidade romana
de Ammaia
, no dia 19 de agosto;

- Finalmente, a 20 de agosto, o Centro Cultural de Marvão exibirá o filme eleito pelo público do
festival.


O Periferias conta, em Portugal, com os apoios da Câmara Municipal de Marvão, da Direção Regional de Cultura do Alentejo, e da Comissão de Coordenação Regional do Alentejo. Do lado espanhol, os principais apoios são os da Filmoteca da Extremadura, da Diputacion de Cáceres e do Ayuntamiento de Valência de Alcântara.

Para mais informação/programa consulte:

Site: http://periferiasfestival.com/
Facebook: https://www.facebook.com/periferiasfestival/

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

João Cutileiro - A PEDRA NÃO ESPERA - Maquetas e escultura para o espaço urbano



EMAGENDA

<outubro de 2018>
domsegterquaquisexsáb
30
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se