ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Castelo de Evoramonte

Castro da Cola (Ourique)

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Viola Campaniça

Miróbriga

Castelo de Belver

Villa Romana de S. Cucufate

Castelo de Santiago do Cacém

Jangada de São Torpes

Villa Romana de S. Cucufate

Gruta do escoural

Castelo da Amieira do Tejo

Villa Romana de Torre de Palma

cavalo pintado

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Évoramonte

Brincas de Évora

 

Villa Romana de Torre de Palma

Sé de Évora

Sé de Évora

Sé de Évora

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Miróbriga

Bonecos de São Bento do Cortiço

Castelo da Amieira do Tejo

Templo romano de Évora

Castelo de Viana do Alentejo

Castelo de Arraiolos

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Castelo de Viana do Alentejo

Destaques
Imprimir documento


VI Residência Cisterciense - São Bento de Cástris - 2018
21/08/2018
VI Residência Cisterciense - São Bento de Cástris - 2018

Encontra-se a decorrer, até 17 de setembro, o prazo para inscrições na VI Residência Cisterciense que se realiza no Mosteiro de São Bento de Cástris, em Évora, nos dias 21 e 22 de setembro.

Em 2018, Ano Europeu do Património Cultural, esta edição inspira-se na chamada de atenção para o Património, ao qual estas Residências têm estado particularmente associadas, elegendo como tema as 'Dimensões do património monástico-conventual'.

Através do debate e do convívio entre especialistas de diversas áreas - nomeadamente Arquitetura, História e Música - e um público habitualmente participativo, estas Residências procuram promover a ligação com a Cidade, o Património e a sua conservação e salvaguarda.

Esta VI Edição procurará sublinhar os tópicos que têm vindo a orientar a realização da iniciativa:

- o usufruto do espírito do lugar;
- a reflexão sobre o património monástico-conventual;
- o cruzamento de experiências;
- a divulgação de resultados de investigação e mediação;
- a abertura de novas perspetivas de investigação nascidas no diálogo propiciado pelos momentos de bem-estar da Residência.

A organização é da Direção Regional de Cultura do Alentejo, CIDEHUS - Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora e FCT - Fundação para a Ciência e Tecnologia.

Mais informação/inscrições

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

João Cutileiro - A PEDRA NÃO ESPERA - Maquetas e escultura para o espaço urbano



EMAGENDA

<novembro de 2018>
domsegterquaquisexsáb
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
1
2
3
4
5
6
7
8
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se