ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Sé de Évora

Templo romano de Évora

Miróbriga

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Brincas de Évora

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Villa Romana de Torre de Palma

Villa Romana de Torre de Palma

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Miróbriga

cavalo pintado

Villa Romana de S. Cucufate

Villa Romana de S. Cucufate

Castelo de Evoramonte

Castelo da Amieira do Tejo

Bonecos de São Bento do Cortiço

 

Castro da Cola (Ourique)

Évoramonte

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Castelo da Amieira do Tejo

Viola Campaniça

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Sé de Évora

Gruta do escoural

Jangada de São Torpes

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Castelo de Arraiolos

Castelo de Santiago do Cacém

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Castelo de Belver

Castelo de Viana do Alentejo

Sé de Évora

Castelo de Viana do Alentejo

Destaques
Imprimir documento


Renovação do Protocolo de Cooperação da Gruta do Escoural
18-09-2018
Renovação do Protocolo de Cooperação da Gruta do Escoural

Na passada sexta-feira, dia 14 de setembro, foi assinada no Centro Interpretativo da Gruta do Escoural a Renovação do Protocolo de Cooperação para a gestão, salvaguarda e visita pública da Gruta do Escoural, celebrada entre a Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, a Direção Regional de Cultura do Alentejo, a Junta de Freguesia de Santiago do Escoural e a Associação Amigos Unidos pelo Escoural.

Os resultados desta colaboração entre as entidades envolvidas têm sido muito positivos, traduzindo-se em mais e melhores condições de acesso do público ao acervo documental patente no Centro Interpretativo da Gruta do Escoural, com maior facilidade de reserva e visita à Gruta e  garantia de acompanhamento dos visitantes com guia.
 
A Gruta do Escoural foi descoberta em abril de 1963 pelos trabalhadores de uma
pedreira de mármore que então laborava no local. As investigações desde logo
empreendidas pelo Museu Nacional de Arqueologia, para além de revelarem o seu
uso como necrópole durante o Neolítico, permitiram descobrir, nas suas paredes, vestígios de Pinturas e Gravuras Rupestres datados do Paleolítico Superior, o que na altura representou uma verdadeira "estreia" nacional.

Fotografia: © Município de Montemor - o - Novo

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

João Cutileiro - A PEDRA NÃO ESPERA - Maquetas e escultura para o espaço urbano



EMAGENDA

<outubro de 2018>
domsegterquaquisexsáb
30
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se