ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Miróbriga

Sé de Évora

Castelo de Evoramonte

 

Villa Romana de Torre de Palma

Castelo de Viana do Alentejo

Castro da Cola (Ourique)

Gruta do escoural

Templo romano de Évora

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Évoramonte

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Castelo da Amieira do Tejo

Viola Campaniça

Villa Romana de Torre de Palma

Castelo de Arraiolos

Castelo da Amieira do Tejo

Sé de Évora

Miróbriga

Brincas de Évora

cavalo pintado

Bonecos de São Bento do Cortiço

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Villa Romana de S. Cucufate

Castelo de Viana do Alentejo

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Jangada de São Torpes

Villa Romana de S. Cucufate

Sé de Évora

Castelo de Belver

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Castelo de Santiago do Cacém

Destaques
Imprimir documento


'40 em 100 - A Coleção do Grupo Pro-Évora' - Exposição inaugura a 9 de novembro
24-10-2019

A exposição 40 em 100 - A Coleção do Grupo Pro-Évora inaugura dia 9 de novembro, às 17h00, na Galeria da Casa de Burgos, em Évora. Com o objetivo de dar a conhecer obras das mais de cem exposições que o GPE promoveu nos últimos quarenta anos, 40 em 100 - A coleção do Grupo Pro - Évora integra-se nas comemorações do seu primeiro centenário, que decorrem no presente ano. 

Comissariada por Isabel Vaz Lopes a exposição poderá ser visitada até 3 de janeiro de 2020, de segunda a sexta - feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00, às 17h30.

 

100 ANOS DE DEFESA DO PATRIMÓNIO CULTURAL DE ÉVORA

O Grupo Pro-Évora, fundado em 16 de novembro de 1919, é a mais antiga associação portuguesa de defesa do património em atividade. Associação de defesa do património cultural de Évora, sem fins lucrativos, o GPE contribuiu decisivamente para a consciência patrimonial dos eborenses, para o reconhecimento da importância dos valores patrimoniais da cidade e para a preservação das características arquitetónicas e urbanísticas do seu Centro Histórico.
A publicação de roteiros, postais, livros, catálogos de exposições, artigos de imprensa, textos de conferências, a realização de cursos, conferências, debates públicos, exposições, a organização de visitas, entre outras atividades, atestam a importância que a divulgação e o conhecimento do património cultural eborense tem para o GPE.
A defesa da qualidade urbana é assumida pelo GPE, convicto de que o grande valor para manter viva uma cidade histórica é a sua habitabilidade. Nos debates promovidos pelo Grupo desde 1974 sobre grandes projetos para o Centro Histórico de Évora e sua envolvente, foram denunciados e evitados alguns atentados ao património.
A realização de exposições de artes plásticas constitui uma forma de sensibilização dos eborenses para a estética citadina, que acompanha a história do Grupo.

O conceito de património que o GPE defende desde a sua fundação não se reduz ao património arquitetónico nem estabelece como critérios exclusivos a historicidade ou a monumentalidade, mas envolve todo o conjunto urbano - e a beleza, a cultura e a criação, quer no sentido erudito, quer no sentido popular, igualmente constituem valores patrimoniais que urge defender.

As Comemorações do Centenário do Grupo Pro - Évora contam com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República e com o apoio da Direção Regional de Cultura do Alentejo.

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

Música nas Igrejas - Ciclo de Concertos de Órgão da Igreja de S. Francisco



EMAGENDA

<novembro de 2019>
domsegterquaquisexsáb
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
1
2
3
4
5
6
7
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se