ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Sé de Évora

Castelo de Viana do Alentejo

Bonecos de São Bento do Cortiço

Estamos ON | Site culturacovid19

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Sé de Évora

Évoramonte

Gruta do escoural

Templo romano de Évora

Castelo da Amieira do Tejo

cavalo pintado

Brincas de Évora

Miróbriga

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Castelo de Santiago do Cacém

Villa Romana de S. Cucufate

Viola Campaniça

Villa Romana de S. Cucufate

Castelo de Evoramonte

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Villa Romana de Torre de Palma

Castro da Cola (Ourique)

Castelo de Viana do Alentejo

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Jangada de São Torpes

Sé de Évora

 

Villa Romana de Torre de Palma

Castelo de Belver

Castelo da Amieira do Tejo

Castelo de Arraiolos

Miróbriga

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Destaques
Imprimir documento


DRCAlentejo criou Manual de Boas Práticas para Reabertura de espaços culturais
18-05-2020
 DRCAlentejo criou Manual de Boas Práticas para Reabertura de espaços culturais

No dia 18 maio tem início a segunda fase de desconfinamento, prevendo-se a reabertura de diversos equipamentos culturais visitáveis. A Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCALENTEJO) estabeleceu um conjunto de normas a observar para a reabertura dos Monumentos, Museu, Sítios Arqueológicos e outros equipamentos que lhe estão afetos.

Tendo como base as normas sanitárias emanadas superiormente e que devem constar nos planos de contingência de cada entidade (uso de máscara em espaços fechados, lotação de 5 pessoas/100 m2 em espaços fechados, distanciamento físico de 2m, higienização regular de espaços, higienização de mãos e etiqueta respiratória), a DRCAlentejo, elaborou um conjunto de normas e recomendações que reúnem as boas práticas divulgadas pelas autoridades sanitárias e entidades de referência no setor da Cultura.

No sentido de colaborar com as entidades responsáveis por diferentes tipos de equipamentos culturais visitáveis, disponibiliza, AQUI, as normas que implementa nos Monumentos museus e sítios que lhe estão afetos, de modo a que possam eventualmente servir de suporte a orientações próprias de cada entidade, vindo a ser naturalmente adaptadas conforme os casos.

Foi também elaborada sinalética adequada, que poderá servir de exemplo na conceção da sinalética própria de cada entidade ou mesmo ser utilizada, se assim for entendido, com as adaptações respetivas.
 
 

 

 

 

 

 

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

Estamos ON | Site culturacovid19



EMAGENDA

<setembro de 2020>
domsegterquaquisexsáb
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se