ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

 

Viola Campaniça

Castelo da Amieira do Tejo

Castro da Cola (Ourique)

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Bonecos de São Bento do Cortiço

Villa Romana de Torre de Palma

Sé de Évora

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Sé de Évora

Castelo de Viana do Alentejo

Miróbriga

Miróbriga

Estamos ON | Site culturacovid19

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Castelo de Evoramonte

Villa Romana de Torre de Palma

Gruta do escoural

Brincas de Évora

Sé de Évora

Castelo da Amieira do Tejo

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Villa Romana de S. Cucufate

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Jangada de São Torpes

Castelo de Arraiolos

Villa Romana de S. Cucufate

Castelo de Belver

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Templo romano de Évora

Castelo de Viana do Alentejo

Évoramonte

Castelo de Santiago do Cacém

cavalo pintado

Destaques
Imprimir documento


Webinário 'O Património Sineiro Português' - 16 de abril - Via ZOOM
06/04/2021
Webinário

WEBINÁRIO
O PATRIMÓNIO SINEIRO PORTUGUÊS
16 de abril - Transmissão via ZOOM
Participação gratuita mediante inscrição prévia até 15 de abril - Vagas limitadas

Integrado nas Comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios - "Passados Complexos - Futuros Diversos" 2021


Os sons dos sinos integram a paisagem cultural e sonora de diversas cidades portuguesas que ainda mantêm ativos esses instrumentos como parte de seu património sonoro e artístico.
Através dos seus toques, os sinos foram responsáveis, desde tempos remotos, por ordenar o tempo, alegrar as festividades, comunicar publicamente variadas notícias, alertar para as intempéries e incêndios, garantir a proteção espiritual, chorar os mortos, regular o trabalho, ajudar nos partos difíceis, entre outras funções.
O cotidiano das cidades era marcado pela presença constante de uma "sonoridade brônzea", organizada através de um sofisticado sistema de códigos sonoros reconhecidos por seus habitantes.

A salvaguarda do importante património sineiro, em território português - no qual identifica-se sinos datados desde o século XIII -, a preservação dos saberes relacionadas à prática de fundição, a relevância da recuperação e preservação dos toques manuais, o impacto da mecanização, a valorização do ofício de sineiro(a) e o debate sobre a cultura sineira portuguesa como património material e imaterial serão alguns dos temas tratados por especialistas convidados no webinário O PATRIMÓNIO SINEIRO PORTUGUÊS, realizado pelo projeto PASEV - Patrimonialização da Paisagem Sonora de Évora, da Universidade de Évora.

Organização: PASEV - CESEM/UÉ, CIDEHUS.
Apoio: Direção Regional de Cultura do Alentejo - DRCAlentejo, Mestrado em Gestão e Valorização do Património Histórico Cultural/UÉ, Cátedra da UNESCO em Património Imaterial e Saber-Fazer Tradicional/UÉ, ICOMOS-Comissão Nacional Portuguesa.


Inscrição: https://forms.gle/P6gdDkAABWQuXrrP9


PROGRAMA

Apresentação
11h00 -11h10
Antónia Fialho Conde
(Coordenadora do Grupo 2 - Patrimónios, Literacias e Diversidade Cultural do CIDEHUS; Diretora do Mestrado em Gestão e Valorização do Património Histórico Cultural da Universidade de Évora; PASEV-UÉ)

Sessão I

11h10 - 11h40
O SINO ENQUANTO OBJETO DE INVESTIGAÇÃO HISTÓRICA E BEM PATRIMONIAL
Luis Sebastian (DRCN - UNL/IAP - Instituto de Arqueologia e Paleociências)

11h40 - 12h10
SOB O SOAR DOS SINOS: BRAGA, ENTRE O PASSADO E O PRESENTE
Elisa Lessa (Universidade do Minho - CEHUM)

12h10 - 12h40
A FUNDIÇÃO DE SINOS DE BRAGA SERAFIM DA SILVA JERÓNIMO & FILHOS: A VISÃO DE QUATRO GERAÇÕES DE FUNDIDORES
Carlos Jerónimo (Fundição de Sinos de Braga Serafim da Silva Jerónimo & Filhos Lda)


Sessão II

14h00 - 14h30
DA TORRE PARA A TERRA: A CULTURA NO SOM DOS SINOS
João Soeiro de Carvalho (UNL - INET-md)

14h30 - 15h00
A PRÁTICA SINEIRA EM MINAS GERAIS: RELATOS ETNOGRÁFICOS
Chiquinho de Assis (Secretário de Meio Ambiente da Câmara Municipal de Ouro Preto e Consultor no projeto que registou o Toques dos Sinos e o Ofício de Sineiro, em Minas Gerais, como Património Cultural Imaterial - Brasil)

15h00 -15h30
DINAMIZAÇÃO DO PATRIMÓNIO SINEIRO EBORENSE: MEMÓRIA, PRÁTICAS HISTÓRICAS E AÇÕES PARA A SALVAGUARDA
Rodrigo Teodoro de Paula (Universidade de Évora - PASEV/CESEM)

15h30 - 16h00
Exibição do documentário O SOM DOS SINEIROS (11'33'') e conversa com a diretora do filme, Vanessa Cortez.

 

 

 

 

 

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

Apoio à Atividade Cultural e aos Agentes Culturais do Alentejo 2021Estamos ON | Site culturacovid19



EMAGENDA

<abril de 2021>
domsegterquaquisexsáb
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
1
2
3
4
5
6
7
8
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se