ESTÁ AQUI: INÍCIO | A decorrer
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Castelo de Viana do Alentejo

Villa Romana de Torre de Palma

Villa Romana de S. Cucufate

Castelo de Belver

Brincas de Évora

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Sé de Évora

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Gruta do escoural

Templo romano de Évora

Bonecos de São Bento do Cortiço

Sé de Évora

Miróbriga

Castelo de Evoramonte

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Castelo de Arraiolos

Miróbriga

Sé de Évora

Castelo de Santiago do Cacém

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Castelo de Viana do Alentejo

Viola Campaniça

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Jangada de São Torpes

Villa Romana de Torre de Palma

Évoramonte

Castelo da Amieira do Tejo

Villa Romana de S. Cucufate

Castro da Cola (Ourique)

cavalo pintado

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Castelo da Amieira do Tejo

 

A decorrer
Imprimir documento


"CANTÃO E A ROTA MARÍTIMA DA SEDA"

Pode ser visitada até 31 de dezembro no Museu Nacional  Frei Manuel do Cenáculo, em Évora

 



A exposição "Cantão e a Rota Marítima da Seda" inaugurou no passado dia 21 de setembro, no Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo, em Évora.

 

 

Trata-se da primeira vez que um museu chinês é autorizado, pelo governo da China, a enviar para Portugal um acervo desta importância histórica, com peças originais, algumas recolhidas de escavações arqueológicos em túmulos de antigas dinastias chinesas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Constituída por 30 peças do Museu de Guangzhou (Cantão), esta exposição ilustra as relações marítimas e comerciais entre o território do Cantão e a Europa, incluindo Portugal, revelando ao público português peças originais do Museu da cidade de Cantão que comprovam as relações multisseculares com a Europa e Portugal através da rota marítima da seda.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O conjunto exposto é composto por porcelanas, cerâmicas, diversos objetos em vidro, moedas de prata e pinturas a óleo, contando, algumas das peças, com mais de 2.000 anos.

Esta iniciativa resulta da parceria entre o Observatório da China com o Museu de Guangzhou, a Direção Regional de Cultura do Alentejo/ Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo e a Câmara Municipal de Évora, contando com o apoio da Embaixada da República Popular da China, União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa e o Turismo do Alentejo - ERT.

A exposição estará patente até 31 de dezembro de 2017.

« Voltar

ADECORRER

"Cantão e a Rota Marítima da Seda" no Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo



EMAGENDA

<dezembro de 2017>
domsegterquaquisexsáb
26
27
28
29
30
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se