ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Jangada de São Torpes

Sé de Évora

Castelo da Amieira do Tejo

Sé de Évora

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

cavalo pintado

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

 

Villa Romana de S. Cucufate

Brincas de Évora

Miróbriga

Évoramonte

Sé de Évora

Castelo de Belver

Castelo de Viana do Alentejo

Castelo de Santiago do Cacém

Villa Romana de S. Cucufate

Templo romano de Évora

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Castelo de Viana do Alentejo

Profs_cultura_estatuto1_banner22

Estatuto dos Profissionais da Área da Cultura

Villa Romana de Torre de Palma

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Castelo da Amieira do Tejo

cultura_estatuto_profissionais22

Viola Campaniça

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Miróbriga

Villa Romana de Torre de Palma

Bonecos de São Bento do Cortiço

Castelo de Evoramonte

Castro da Cola (Ourique)

Castelo de Arraiolos

Gruta do escoural

Destaques
Imprimir documento


ANTROPOCÉNICA - Distopia Amazónica em Quatro Instantes - Podcast - Episódio 1
27/01/2022
ANTROPOCÉNICA - Distopia Amazónica em Quatro Instantes - Podcast - Episódio 1

Antropocénica é uma série internacional de encontros que emerge da interação entre Filosofia, Arqueologia e Arquitetura, motivando diversas áreas do conhecimento para o debate crítico das cenas do drama humano no teatro do mundo em mutação.

A Direção Regional de Cultura do Alentejo, o Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa e o Centro de Estudos de Arqueologia, Artes e Ciências do Património da Universidade de Coimbra organizam o primeiro encontro da série, que se realizará em Portugal, no mês de outubro de 2022, nas ruínas daVilla Romana de São Cucufate.

Durante os três anos de Antropocénica, serão entrevistados elementos que integram a respetiva Comissão Científica e convidados, sobre os temas, eixos, conceitos e atividades culturais no contexto de realização desta série internacional de encontros. Tais entrevistas serão gravadas em áudio e editadas como episódios de três temporadas de podcasts (2022, 2023 e 2024). Hoje foi lançado o primeiro podcast, com a entrevista a Lalo de Almeida, no Teatro Oficina, em São Paulo.


Episódio 1
. Distopia Amazónica em Quatro Instantes















 

 

Para o episódio que inaugura a primeira temporada de podcasts, Silvio Luiz Cordeiro e Dirk Michael Hennrich entrevistaram o fotógrafo e fotojornalista Lalo de Almeida (premiado em 2021 pelo W. Eugene Smith Memorial Fund), autor das imagens que serão expostas no evento artístico-cultural TransAmazónias: Zonas Imaginárias (em outubro de 2022 nas Ruínas da Villa Romana de São Cucufate, Portugal).

O lugar da entrevista foi especialmente considerado, no sentido simbólico do próprio nome da série: Antropocénica. Assim, a gravação foi produzida no interior do Teatro Oficina, na sua rua-rio-veia-terreiro-palco aberta à cidade e ao céu, deste que foi considerado um dos mais importantes projetos arquitetónicos de teatro do mundo, de Lina Bo Bardi e Edson Elito, património histórico da cidade de São Paulo. Lugar plural, de resistência política e cultural na maior metrópole da América do Sul, este é um espaço essencial na história da dramaturgia brasileira, sobretudo pela atividade de seu principal diretor, José Celso Martinez Corrêa. Ao Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona, o nosso agradecimento pelo apoio, Evoé!

Legenda 4 fotografias de Lalo de Almeida:
Do alto à esquerda, em sentido horário, as quatro imagens comentadas nesta sequência por Lalo de Almeida, durante o seu relato gravado no Teatro Oficina: garimpeiros trabalham na mineração de ouro numa das maiores zonas de exploração aurífera, na região norte do estado do Mato Grosso; guerreiros da etnia Xikrin regressam a Aldeia Rapko após uma expedição para expulsar invasores da Terra Indígena Trincheira Bacajá, no Pará; habitante da Reserva Extrativista Arapixi, em Boca do Acre, estado do Amazonas, corta vegetação para a passagem de uma canoa até a área de coleta de castanhas no interior da floresta; mulheres e meninas da etnia Pirahã, observam motoristas que passam pela rodovia Transamazónica, na esperança de receberem alguma doação de alimento.

Imagens: Lalo de Almeida.



Ouça AQUI


Mais informação sobre ANTROPOCÉNICA e inscrições para apresentação de propostas de comunicação (até ao próximo dia 3 de abril) em https://www.antropocenica.ooo


Este primeiro encontro
conta com o apoio institucional da Câmara Municipal de Vidigueira e do Institute for Gender, Race, Sexuality and Social Justice, da UBC - University of  British Columbia e o apoio cultural de Nômade - Arte & Editoria.

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

DRCAlentejo assinala centenário do nascimento de Artur Pastor com exposição Estatuto dos Profissionais da Área da CulturaANTROPOCÉNICA - Propostas para apresentação de comunicações"Covid@Alentejo, olhares" - Exposição itinerante



EMAGENDA

<maio de 2022>
domsegterquaquisexsáb
24
25
26
27
28
29
30
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se