ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Viola Campaniça

Villa Romana de S. Cucufate

cultura_estatuto_profissionais22

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Sé de Évora

Gruta do escoural

Sé de Évora

Villa Romana de Torre de Palma

Castelo de Arraiolos

Évoramonte

Castro da Cola (Ourique)

Villa Romana de S. Cucufate

Castelo de Santiago do Cacém

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Miróbriga

Bonecos de São Bento do Cortiço

Castelo da Amieira do Tejo

Castelo de Belver

Brincas de Évora

cavalo pintado

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Castelo da Amieira do Tejo

Villa Romana de Torre de Palma

Castelo de Viana do Alentejo

Profs_cultura_estatuto1_banner22

Sé de Évora

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Castelo de Evoramonte

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Estatuto dos Profissionais da Área da Cultura

Miróbriga

 

Castelo de Viana do Alentejo

Jangada de São Torpes

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Templo romano de Évora

Destaques
Imprimir documento


Exposição Luz Lenta e Ermida, de Daniel Moreira e Rita Castro Neves
13/07/2022
Exposição Luz Lenta e Ermida, de Daniel Moreira e Rita Castro Neves

A exposição Luz Lenta, de Daniel Moreira e Rita Castro Neves, inaugura no próximo dia 23 de julho, às 18h00, no Espaço Adães Bermudes, em Alvito.

No dia da inauguração, os artistas repõem, das 16h00 às 18h00, a instalação performativa Ermida,  na Ermida de Santa Luzia, que para aí realizaram em 2019.

A organização é da Inter.meada Associação Cultural, com o apoio de Município de Alvito, CEDRU - Centro de Estudos e Desenvolvimento Regional e Urbano, RUR - Estudos e Projetos Urbanos Regionais e Locais, Lda. e Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlentejo).

A exposição Luz Lenta de Daniel Moreira e Rita Castro Neves reflete o tempo passado pelos artistas em Alvito, no contexto da residência artística Inter.meada.
Os vários percursos realizados pelos caminhos e lugares são agora partilhados com o público, numa exposição que inclui desenho, fotografia e objetos daqui e dali, em instalação a experienciar.

Luz Lenta parte também da observação e documentação de acontecimentos lumínicos nas estruturas edificadas e deixadas ao abandono, da Barragem de Alvito. Às memórias de vivências do lugar, sobrepõem-se uma nova paisagem enquadrada pela passagem do dia, em alterações de luz e cor à medida que o dia avança e a noite cai. Num momento em que lentamente estas grandes edificações nacionais são postas em causa pela sua eficácia energética, apontando-se cada vez mais para outras soluções, a exposição lança um olhar sobre algo que sendo do presente, pela sua condição de ruína se inclui como que numa imagem do passado.


No dia da inauguração, na Ermida de Santa Luzia, também em Alvito, os artistas repõem a instalação performativa que para aí realizaram em 2019. Ermida é uma proposta artística objetual, performativa e efémera, inspirada nas imagens dos frescos seiscentistas ainda existentes nas paredes desta ermida, e que se operacionaliza pela técnica ancestral da lanterna mágica.

À medida de um eremita, uma ermida tem a escala de um pequeno grande lugar: lugar de reclusão e introspeção, onde há tempo para o tempo que passa. A instalação acresce ao lugar como alusão ilusiva.



Biografias dos artistas

Daniel Moreira e Rita Castro Neves vivem e trabalham entre o Porto e a Beira Alta, e trabalham desde 2015 em colaboração. Daniel Moreira é licenciado em Arquitetura, iniciando em 2000 um percurso multidisciplinar entre a arquitetura e as artes plásticas. Rita Castro Neves, após terminar o Curso Avançado de Fotografia do Ar.Co em Lisboa e o Master in Fine Art da Slade School of Fine Art de Londres, inicia uma atividade artística regular, de docência e de curadoria.
Com Laking, que realizaram em 2015 a convite do espaço artístico finlandês Oksasenkatu 11, começa um projeto longo a propósito da representação da paisagem, em que refletem com o desenho, a fotografia e o vídeo, de forma instalada, sobre colaboração artística, diferentes técnicas e culturas artísticas, território, escala e percurso. Realizam diversas exposições individuais e coletivas, e residências artísticas.  Em 2020 terminam o projeto de recuperação da Escola de Macieira, uma antiga escola primária do Plano dos Centenários na Serra de São Macário, na Beira Alta, para aí iniciarem um projeto de reflexão sobre cultura serrana, a natureza e o rural, e logo pela ecologia, a biopolítica e a preservação ambiental.


Instalação na Ermida de Santa Luzia
- 23 julho - das 16h às 18h
Inauguração da exposição Luz Lenta - 23 julho às 18h
Exposição de 23 de julho a 2 de outubro de 2022.

Espaço Adães Bermudes - Largo Dr. João Fernandes da Silveira, Alvito
Quinta e sexta 14h-17h30 | Sábados 10h-12h30 e 14h-17h30
Outros dias - contactar o posto de turismo ou por marcação: 284480808 / 968933260

Mais informação:
www.ritacastroneves.com

www.escolademacieira.com | www.outracoisa.escolademacieira.com
www.caixadecorreio.danielmoreira-ritacastroneves.com

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

Estudo "CULTURA NO PÓS ALENTEJO-2020""Covid@Alentejo, olhares" tem plataforma disponível sobre o projetoPrograma Educação Patrimonial 2022Aromas que nos guiam DRCAlentejo assinala centenário do nascimento de Artur Pastor com exposição Estatuto dos Profissionais da Área da CulturaANTROPOCÉNICA - Propostas para apresentação de comunicações



EMAGENDA

<agosto de 2022>
domsegterquaquisexsáb
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se