ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Castelo de Santiago do Cacém

Templo romano de Évora

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Évoramonte

 

cultura_estatuto_profissionais22

Castelo da Amieira do Tejo

Castro da Cola (Ourique)

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Miróbriga

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Castelo de Belver

Castelo da Amieira do Tejo

Estatuto dos Profissionais da Área da Cultura

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Miróbriga

Castelo de Evoramonte

Viola Campaniça

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Profs_cultura_estatuto1_banner22

Castelo de Viana do Alentejo

Brincas de Évora

Gruta do escoural

Villa Romana de Torre de Palma

Sé de Évora

cavalo pintado

Jangada de São Torpes

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Villa Romana de S. Cucufate

Villa Romana de Torre de Palma

Castelo de Viana do Alentejo

Sé de Évora

Villa Romana de S. Cucufate

Sé de Évora

Bonecos de São Bento do Cortiço

Castelo de Arraiolos

Destaques
Imprimir documento


O Andanças está de volta com 4 dias para dançar perto das margens de Alqueva
28/07/2022
O Andanças está de volta com 4 dias para dançar perto das margens de Alqueva

O Festival Andanças, organizado pela Associação PédeXumbo, está de volta e tem nova "casa". De 18 a 21 de agosto, Campinho, uma aldeia ribeirinha do concelho de Reguengos de Monsaraz, irá viver ao som da música, ao ritmo da dança e ao sabor do reencontro das culturas. Serão quatro dias para dançar, numa "viagem" a vários cantos do mundo, com os momentos de partilha e aprendizagem que são imagens de marca do festival.

Das danças africanas aos bailes mandados, do forró às danças irlandesas ou às chamarritas dos Açores, as manhã e os finais de tarde serão dedicados às oficinas de dança. Os bailes começam às 22h00 e prolongam-se pela madrugada. Os concertos têm início às 17h00. Haverá ainda oficinas criativas, de instrumentos e de relaxamento, conversas, sessões de contos e passeios, além do habitual "espaço criança", na Sociedade Recreativa Campinhense, cuja programação, ao longo do dia, tanto pode incluir jogos como rodas cantadas, circo, percussão ou confeção de bonecos de pano.



No Campinho, de olhos postos na planície alentejana e na albufeira de Alqueva, o Andanças terá sete espaços de programação com quatro palcos e irá aventurar-se por espaços menos convencionais, como o antigo lavadouro, onde irão decorrer as oficinas criativas e de instrumentos e para onde estão marcadas conversas e os primeiros concertos de cada dia, às 17h00, com A Urtiga (dia 18), Malino (19), Djara Djara (20) e CaosArte (21).

De resto, as apostas continuam a ser as de sempre: dança e música, voluntariado, comunidade e sustentabilidade, num espaço com lotação para 1500 pessoas.

A Associação PédeXumbo recomenda a utilização de transportes públicos como meio preferencial para chegar ao festival, tendo em vista a redução dos impactos ambientais. A Rede Expressos, parceira do Andanças, oferece um desconto de 25% na viagem até Reguengos de Monsaraz, a todos os participantes que tenham adquirido um passe para o festival. A partir de Reguengos de Monsaraz haverá ligações regulares para o Campinho.

Outra alternativa é a bicicleta. A Cicloficina dos Anjos está a organizar o "Pedalanças", um passeio de 160 quilómetros em bicicleta, divididos em três etapas, com partida de Lisboa no dia 14 de agosto. As inscrições podem ser efetuadas em www.cicloficina.pt. Para quem não tem outra alternativa senão utilizar o automóvel, a solução mais sustentáveis será partilhar a viagem com o maior número de pessoas possível.

Para isso foi criado um grupo na página de Facebook do Andanças para partilha de boleias até ao festival.

Os bilhetes podem ser adquiridos online em www.andancas.net onde pode ser consultada mais informação sobre o festival.

 

 

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

Estudo "CULTURA NO PÓS ALENTEJO-2020""Covid@Alentejo, olhares" tem plataforma disponível sobre o projetoPrograma Educação Patrimonial 2022Aromas que nos guiam DRCAlentejo assinala centenário do nascimento de Artur Pastor com exposição Estatuto dos Profissionais da Área da CulturaANTROPOCÉNICA - Propostas para apresentação de comunicações



EMAGENDA

<agosto de 2022>
domsegterquaquisexsáb
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se