ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Castelo da Amieira do Tejo

Sé de Évora

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Castelo de Evoramonte

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Évoramonte

Estatuto dos Profissionais da Área da Cultura

Miróbriga

Profs_cultura_estatuto1_banner22

 

Brincas de Évora

Gruta do escoural

Villa Romana de Torre de Palma

Grupo Cubenses Amigos do Cante

Villa Romana de S. Cucufate

Castelo de Viana do Alentejo

Castelo de Belver

Miróbriga

Castelo de Viana do Alentejo

cavalo pintado

Castelo de Arraiolos

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Castelo de Santiago do Cacém

Viola Campaniça

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Bonecos de São Bento do Cortiço

Villa Romana de Torre de Palma

Jangada de São Torpes

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Castelo da Amieira do Tejo

Sé de Évora

Sé de Évora

Villa Romana de S. Cucufate

Templo romano de Évora

Castro da Cola (Ourique)

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

cultura_estatuto_profissionais22

Destaques
Imprimir documento


Direção Regional de Cultura do Alentejo leva "Natureza Morta" a Serpa
14-11-2022
Direção Regional de Cultura do Alentejo leva "Natureza Morta" a Serpa

"Natureza Morta", exposição itinerante de fotografia de José M. Rodrigues, organizada pela Direção Regional de Cultura do Alentejo no âmbito do Projeto Magallanes_ICC, em parceria com o Município de Serpa, vai inaugurar no Museu do Cante Alentejano (Serpa), dia 17 de novembro, às 17h30, integrada na programação da Festa do Cante 2022.

A convite da Direção Regional de Cultura do Alentejo, José M. Rodrigues registou através da sua abordagem artística uma situação que a todos afeta, a profunda alteração da paisagem em contexto de práticas agrícolas que levaram à destruição sistemática de património cultural na região.

A mostra, que conta com o financiamento do programa Interreg/FEDER, pretende chamar a atenção para esta dura realidade e sensibilizar para a urgência da defesa dos nossos valores patrimoniais.
Ficará patente no Museu do Cante Alentejano até 31 de dezembro de 2022 onde poderá ser visitada de terça-feira a domingo, das 10h às 13h e das 14h às 18h, com entrada livre.

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

Documentário "Michel Formentelli" RELATÓRIO "Strengthening cultural heritage resilience for climate change"Serviço "Filmar em Portugal"Estudo "CULTURA NO PÓS ALENTEJO-2020""Covid@Alentejo, olhares" tem plataforma disponível sobre o projetoPrograma Educação Patrimonial 2022Estatuto dos Profissionais da Área da Cultura



EMAGENDA

<dezembro de 2022>
domsegterquaquisexsáb
27
28
29
30
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se