ESTÁ AQUI: INÍCIO | Destaques
| MAPA DO SITE | EMAIL | PROCURAR
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA
Voltar à pagina de entrada!

Castelo e Igreja Matriz de Viana do Alentejo

Évoramonte

 

Centro Interpretativo do Castro da Cola (Ourique)

Sé de Évora

Gruta do escoural

Grupo Cubenses Amigos do Cante

cavalo pintado

Castelo da Amieira do Tejo

Castelo de Viana do Alentejo

Templo romano de Évora

Castelo da Amieira do Tejo

Bonecos de São Bento do Cortiço

Profs_cultura_estatuto1_banner22

Miróbriga

Villa Romana de Torre de Palma

Castelo de Arraiolos

Castelo de Belver

Castelo de Santiago do Cacém

cultura_estatuto_profissionais22

Villa Romana de Torre de Palma

Estatuto dos Profissionais da Área da Cultura

Castro da Cola (Ourique)

Villa Romana de S. Cucufate

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Sé de Évora

Viola Campaniça

Sé de Évora

Abóbada da Basílica Real de Castro Verde

Castelo de Viana do Alentejo

Miróbriga

Villa Romana de S. Cucufate

Brincas de Évora

Castelo e Igreja do Salvador (Arraiolos)

Castelo de Evoramonte

Jangada de São Torpes

Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa

Destaques
Imprimir documento


6 dos equipamentos/espaços culturais que aderiram à RPAC são no Alentejo
20-02-2023
 6 dos equipamentos/espaços culturais que aderiram à RPAC são no Alentejo

A primeira lista dos 66 equipamentos /espaços culturais que vão integrar a Rede Portuguesa de Arte Contemporânea - RPAC em todo o território nacional, contempla 6 equipamentos /espaços no Alentejo:

Associação Pó de Vir a Ser - Departamento de Escultura em Pedra - Centro Cultural de Évora - Antigo Matadouro de Évora;

Cortexcult - Associação Cultural - Córtex Frontal - Residências e Oficinas;

Fundação Eugénio de Almeida - Centro de Arte e Cultura;

Município de Elvas -  Museu de Arte Contemporânea de Elvas;

Município de Beja - Centro de Arqueologia e Artes e Museu Jorge Vieira - Casa das Artes.


Valorizar e ampliar o acesso e a divulgação da Arte Contemporânea produzida em Portugal, promover o trabalho em rede, contribuir para aumentar as práticas de descentralização estabelecendo sinergias entre espaços expositivos, colecionadores, programadores, curadores e artistas visuais são os principais objetivos da Rede Portuguesa de Arte Contemporânea.

 
A primeira lista dos equipamentos /espaços que vão integrar a Rede Portuguesa de Arte Contemporânea ? RPAC é constituída por 58 entidades que dinamizam 66 espaços de fruição e criação artística no âmbito da arte contemporânea, assegurando ampla cobertura do território nacional.

Os 66 equipamentos/espaços estão dispersos por 36 concelhos em Portugal continental e regiões autónomas, nomeadamente 6 no Alentejo, 3 no Algarve, 16 na Área Metropolitana de Lisboa, 14 na Região Centro, 24 no Norte - 14 na área Metropolitana do Porto -, 2 na Região Autónoma da Madeira e 1 na Região Autónoma dos Açores.

No primeiro período de candidaturas, que decorreu entre 15 de setembro e 18 de novembro de 2022, foram submetidos 78 pedidos de adesão.

Os equipamentos/espaços culturais que integram agora a RPAC já foram notificados pela DGARTES, entidade designada para coordenar o procedimento de adesão. Após a conclusão desta primeira fase, o processo de adesão passará a estar aberto em regime de permanência, sem interrupções, para as demais entidades que queiram submeter futuramente os seus pedidos.

A adesão à Rede é feita de forma voluntária e sob o compromisso das entidades proprietárias e/ou gestoras de equipamentos culturais, sediadas em território nacional, promoverem atividades de valorização e dinamização da arte contemporânea, uma programação cultural própria e atividades de mediação de públicos. A RPAC representa a vontade de priorizar uma política cultural sustentada e de proximidade, que promove a descentralização e desconcentração territorial e um mais amplo acesso às artes.

Está prevista para abril a divulgação do teor do aviso do Concurso de Apoio à RPAC com as linhas de apoio destinadas a projetos de coorganização e circulação de exposições, de mediação e de formação, que em 2023 tem o valor de dois milhões de euros.

Lista de Equipamentos/Espaços Culturais RPAC

[ voltar ]

 

 

ADECORRER

DRCAlentejo mantém Certificação do seu Sistema de Gestão da QualidadeGUIA DOS INSTRUMENTOS DE FINANCIAMENTO DE PROJETOS CRIATIVOSPrémio Literário Joaquim Mestre - 4.ª edição: candidaturasPatrimónio ao Alcance de Todos Internet Segura: #LerAntesClicarDepoisÉvora, e o Alentejo, serão Capital Europeia da Cultura em 2027Documentário "Michel Formentelli" RELATÓRIO "Strengthening cultural heritage resilience for climate change"Serviço "Filmar em Portugal"Estudo "CULTURA NO PÓS ALENTEJO-2020""Covid@Alentejo, olhares" tem plataforma disponível sobre o projetoPrograma Educação Patrimonial 2022Estatuto dos Profissionais da Área da Cultura



EMAGENDA

<fevereiro de 2024>
domsegterquaquisexsáb
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
1
2
3
4
5
6
7
8
9
 


SUBSCREVANEWSLETTER

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se